Há pouco tempo passei por uma situação em que, devido a problemas num sistema RAID, foi necessário reinstalar o sistema operativo (Windows Server 2008 R2) no servidor de um Cliente. Este servidor funcionava como Domain Controller e também como servidor de correio electrónico de toda a empresa, pelo que era crítico repôr em funcionamento o Exchange Server.

ExchSrv2010_01

Depois de recuperada a AD a partir de outro servidor, era necessário voltar a colocar em funcionamento o Exchange Server. Do mal o menos, as bases de dados e ficheiros de log do Exchange estavam num volume diferente, pelo que foi possível utilizá-las no processo de “Disaster Recovery” do Exchange.

Apesar da “delicadeza” que um processo de “Disaster Recovery” implica, o processo é bastante simples, sendo necessário garantir alguns pré-requisitos:

  • o servidor deverá continuar a ter o mesmo nome e endereço(s) IP que utilizava anteriormente
  • instalar algumas opções do IIS (após 2 erros no processo de “Disaster Recovery” do Exchange por falta de instalação de alguma opção do IIS, acabei por instalar todas as opções!)
  • colocar numa pasta temporária os ficheiros de instalação do Exchange Server 2010; ter em atenção que caso estivesse instalado algum Service Pack do Exchange, é necessário que os ficheiros de instalação do Exchange sejam os do SP correspondente (caso contrário o processo de “Disaster Recovery” não funcionará)

Depois de garantir estes pré-requisitos, basta abrir uma janela de comandos na pasta temporária onde estão os ficheiros de instalação do Exchange Server e executar o seguinte comando:

setup.exe /m:recoverserver

ExchSrv2010_02

Após alguns minutos, o processo deverá estar concluído, sendo necessário reiniciar o servidor. No meu caso, este processo ficou “bloqueado” durante quase 30 minutos, tendo no final dado um erro na configuração “Hub Transport Server Role”, mas seguindo os passos indicados neste artigo consegui resolver o problema e voltar a executar o processo de “Disaster Recovery” com sucesso.

Por fim, será necessário abrir o Exchange Management Console e fazer o “mount” das bases de dados, ficando o Exchange Server novamente operacional.

 

Links de referência: