Quando, no dia 14 de Agosto, escrevi sobre a variante Abrunheira-Albarraque, parecia que adivinhava o que estava para acontecer.

Nesse dia, deixei no ar a questão acerca do aproveitamento desta obra com fins eleitorais.
A confirmação chegou hoje, 06 de Outubro, a apenas 5 dias das eleições autárquicas, com a inauguração desta variante pelo Presidente da Câmara Municipal de Sintra, numa acção que não passou de um puro acto de eleitoralismo.
Lembrem-se que esta obra esteve parada durante largos meses, até que, há cerca de 2/3 meses, foram retomadas “a todo o vapor”, de forma a que esta variante estivesse pronta para inaugurar antes das eleições autárquicas.

Também hoje, foi inaugurada a “primeira fase da ligação Cavaleira-Ouressa“.
Para além de curioso, é ridículo inaugurar a “primeira fase” de uma obra que ainda não está concluída, nem sequer pode ser utilizada pela população.
Segundo o vereador com o pelouro das obras municipais, Luis Duque, esta obra estará pronta dentro de “sensivelmente um mês“.
Mas como daqui a um mês, já não será possível tirar proveitos eleitorais da inauguração desta obra, inaugura-se já a primeira fase, mesmo que a população ainda não a possa usufruir dela.

Falta ainda referir as obras de beneficiação da estrada que liga o Alto do Forte ao IC19.
Aqui, durante muito tempo, esteve um cartaz da Câmara Municipal de Sintra a anunciar esta obra. Este cartaz desapareceu há alguns meses, sem que nenhuma obra tivesse sido feita.
Há poucos dias, verifiquei que foi colocado um novo cartaz, a anunciar esta obra, com um prazo de execução de 3 meses e as obras já foram iniciadas.

É esta a “dedicação total” a Sintra que tanto se apregoa?
Não, tudo isto apenas serve para confirmar o “desespero total” que reina pelos lados da Coligação Mais Sintra.

Gloriosas saudações Barrosianas…..